19 de ago de 2011

Letra de hoje: A. H.

A cartinha de hoje é mais um bilhete que uma cartinha, mas tão carinhoso que não poderia deixar de postar. Recebi ano passado de uma pessoa que nunca deixou de ser minha amiga. Um homem que falou na cara o que muitos não tiveram coragem de falar.


  Se eu fosse rico, não lhe daria apenas uma rosa, mesmo sabendo que nem sempre o que importa é a quantidade, mas sim a intensidade e o propósito de como o ato e efetuado.
  Lhe daria um jardim se possivel.
  Simplesmente pela alegria que a contagia.
  Peço licença por estar sendo meio cafona.
  Peço licença pois isso não acontece todo o dia.
  Peço licença e me apresento.

    A. H.



Muito bonitinho né? Ele vivia mandando bilhetinho e flor pra mim no trabalho até que eu descobri quem era.



Nenhum comentário: